Fachada envidraçada também é tendência para edifícios residenciais

vitra

Cada vez mais presente em condomínios comerciais, as fachadas de vidro ganham espaço também em prédios residenciais.

Um exemplo desse tipo de aplicação é o edifício Vitra, assinado pelo renomado arquiteto polonês, naturalizado americano, Daniel Libeskind. Único projeto do arquiteto no Brasil, o Vitra foi inspirado pelas luzes noturnas da cidade de São Paulo.

Localizado no Itaim Bibi, próximos aos badalados bairros da Vila Olímpia e Cidade Jardim, o edifício possui catorze andares, sendo um apartamento por andar. Cada unidade possui a partir de 565 m². Já a cobertura duplex tem 1.145 m² e estima-se que ele esteja entre os apartamentos com o m² mais caro da cidade.

O Vitra foi projetado em formato geométrico com painéis de vidro com conforto térmico e acústico. O vidro também tem níveis de transparência e em alguns pontos chega a ser opaco, visando à privacidade. O prédio aposta na sustentabilidade, com painéis solares dispostos em sua cobertura e sistema para captação da água da chuva.

Fonte: Abravidro

Vitra_(4)                                                                    Imagem_Marcelo Scarpis/ Archdaily

 

vitra2                                                                    Imagem_Marcelo Scarpis/ Archdaily

vitra3                                                                   Imagem_Marcelo Scarpis/ Archdaily

 

vitra5                                                          Imagem_Pablo Slemenson/ Archdaily

 

vitra6                                                    Imagem_Marcelo Scarpis/ Archdaily

vitra7                                                     Imagem_Marcelo Scarpis/ Archdaily