Japão começa a construir maior central solar flutuante do mundo

central solar

O Japão inaugura em 2018 a maior central solar flutuante do mundo, com capacidade de produzir eletricidade suficiente para 5.000 casas. A central solar flutuante de Yakamura terá mais de 50.000 painéis fotovoltaicos solares e cobrirá uma área de 180.000 metros quadrados.

Os motivos para a construção da unidade seriam a falta de terrenos disponíveis e necessidade de o país investir em renováveis depois da tragédia nuclear de Fukushima, em 2011, que levou ao encerramento de várias instalações idênticas.

“Se um dia estivermos com pouco espaço, como no Japão, também podemos começar a construir [centrais solares] na água”, explicou ao Guardian Ray Noble, consultor sénior da Renewable Energy Association britânica. “Neste momento, porém, o Reino Unido tem muitas áreas industriais e é mais barato tê-las na terra que na água”.

Fonte: GBC Brasil/ Green Savers