Vidros de controle solar dão um toque especial ao Edifício Vitra

Aplicação do produto  na fachada do prédio teve como finalidade valorizar o conforto óptico e térmico, contribuindo para a eficiência energética

vitra

Projetado pelo renomado arquiteto polonês Daniel Libeskind – autor de projetos como o novo conjunto do World Trade Center em Nova York – o recém-inaugurado edifício residencial Vitra vem se destacando na paisagem do luxuoso bairro do Itaim Bibi, na capital paulista.

Sob um conceito inédito de arquitetura de impacto, inovação e design, o empreendimento reúne diversas práticas sustentáveis e é ainda mais único pela sua fachada inteiramente composta por vidros de controle solar de alto desempenho Low-e fornecidos pela Guardian, uma das maiores fabricantes de vidros e espelhos do mundo.

“Os vidros Low-e ajudam no controle da temperatura e também da luminosidade, minimizando o consumo de energia elétrica pelos equipamentos de ar condicionado e sistemas de iluminação artificial, além de atender aos padrões internacionais de conforto ambiental e serem reconhecidos pela Certificação Ambiental AQUA”, explica Lamartiny Gomes, gerente de produtos da Guardian.

Nesse projeto foram utilizados mais de 10 mil m² do vidro SunGuard High Performance Royal Blue 40.Além de valorizar o empreendimento do ponto de vista estético, reduz em 64% a transmissão do calor que incide sobre a fachada e proporciona transmissão luminosa de 34%, índice considerado ideal para residências. O produto confere também um índice de reflexão interna de 24% e reflexão externa de 29%.

“O conceito do prédio valoriza ainda a visão 360° do morador com o exterior. A escolha do vidro foi feita com base na otimização de conforto óptico e conforto térmico, a fim de atender a uma estética diferenciada, já que se trata de um prédio residencial 100% envelopado com vidro”, conta Gomes.

Com mais de 14 mil m² de área construída, o empreendimento possui 14 apartamentos de alto luxo, cuja metragem varia de 565m2 e 1.145m2. Além da estrutura composta pela fachada de vidros Low-e da Guardian, o projeto conta com outros itens que possibilitam a economia de recursos naturais, como placas solares para sistema de aquecimento, reuso de águas pluviais para lavagem e irrigação de jardins, sistemas de gerenciamento inteligentes, entre outros.